Pesquisar por palavra:



 








Ci�ncia de Deus





Artigos


O crescimento econômico traz uma responsabilidade evangelística

Um país mais rico com uma grande população evangélica. Celeiro?


Na história da Igreja Cristã a difusão da mensagem do Evangelho esteve relacionada com os fluxos econômicos de cada época. As doutrinas cristãs e heresias anticristãs seguiam as rotas comerciais para a expansão de sua mensagem pelo mundo. Não era à toa que o apóstolo Paulo tinha um forte desejo de pregar a mensagem do Evangelho em Roma (Rm 1.15), a capital do maior império da época. É fato que, para o bem e para o mal, o cristianismo passou tempos ligado a Roma.

Nos últimos séculos a história se repetiu. A grande Inglaterra do século XIX enviou milhares de missionários pelo mundo. Os Estados Unidos, já no século XX, tomou dos ingleses o título de nação mais poderosa e, também, a posição como celeiro missionário. Ainda hoje a igreja evangélica norte-americana é agente influenciadora em tendências benignas e de modismos para o cristianismo mundial.

É inegável a ligação de grandeza econômica e expansão missionária. E aí nasce a nossa responsabilidade, como brasileiros, sobre o papel que vamos desempenhar no mundo como igreja evangelística e exportadora de tendências teológicas.


O Brasil cresce em importância econômica perante o mundo e na mesma proporção cresce a responsabilidade de Igreja Brasileira no seu papel missionário.


As tendências econômicas do Brasil

O Brasil é um país de renda média, ou seja, a nossa renda per capita (a riqueza de toda a nação dividida igualmente para cada habitante) não passa dos 13 mil dólares. É muito pouco quando você compara com nações ricas como Estados Unidos (46 mil dólares), Alemanha (40 mil dólares), Espanha (30 mil dólares) ou emergentes como a Coreia do Sul (20 mil dólares).

Comparando renda per capita brasileira com os principais emergentes, assim o país fica numa posição melhor: Brasil (13 mil dólares), Rússia (11 mil dólares), China (5 mil dólares) e Índia (1,5 mil dólares). Entre os emergentes o quadro brasileiro é positivo, mas entre os ricos ainda é muito negativo. A renda per capita é o melhor indicador para avaliar o bem-estar de uma população. Se o Brasil crescer 3,5% em média nos próximos anos a renda per capita dobrará em duas décadas, ou seja, somente na década de 2030 a renda  será equivalente a da Espanha de hoje.

Portanto, um grande PIB (Produto Interno Bruto) não é necessariamente garantia de bem estar. A China é a segunda nação mais rica do mundo, porém a sua população é tão grande que um morador do Suriname ou Peru vive em melhores condições. Agora, o grande PIB já garante grandeza geopolítica e influência econômica em todo o mundo. Se o Suriname sofre uma crise bancária nada acontecerá no mundo, mas se uma bolha de crédito estoura na China o mundo praticamente desaba.

No quesito PIB o Brasil tem projeções positivas. Veja abaixo o quadro que reflete projeções do FMI (Fundo Monetário Internacional) e da Economist Intelligence Unit, empresa de análise do grupo que produz a maior revista de economia do mundo, a inglesa The Economist.  

  • PIB em 2020: 1º Estados Unidos, 2º China, 3º Japão, 4º Índia, 5º Brasil e 6º Alemanha
  • PIB em 2030: 1º Estados Unidos, 2º China, 3º Índia, 4º Brasil, 5º Japão e 6º Alemanha


Segundo projeções o Brasil será a quarta maior economia do mundo na década de 2030, mas como afirmei no início, com uma renda per capita equivalente da Espanha de 2011.


Os dados não permitem os ufanismos tradicionais dos governantes, mas mostra que o país ganhará cada vez mais importância geopolítica e econômica.


O Brasil será chamado à mesa em organismos internacionais e, talvez, possa ganhar uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).

E o papel missionário do Brasil?

Com uma igreja crescente e uma economia mais forte aumenta a responsabilidade do Brasil como agente missionário. Os Estados Unidos continuam (e continuarão por muito tempo) como o país que mais envia missionários pelo mundo. Na Ásia há dois países que enviam muitos missionários, sendo a Coreia do Sul e a Índia. É interessante observar que os missionários indianos normalmente trabalham entre povos não alcançados dentro do próprio país.


O Brasil já é um país que envia muitos missionários, mas pelo tamanho da Igreja Evangélica Brasileira poderia enviar muito mais.

Há projeções otimistas que desenham que metade da população brasileira será evangélica já na década de 2020. Um igreja grande em quantidade (em qualidade é outra história) e que se vê em um novo papel diante do mundo.

Com a crescente importância econômica do país algumas janelas para divulgação do Evangelho já se abriram, como a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016. Algumas igrejas já estão desenvolvendo estratégias evangelísticas para esses eventos.

O Brasil também começa a atrair um número crescente de estrangeiros, sejam aqueles vindos da Europa e Estados Unidos para trabalharem em multinacionais ou aqueles vindos de países mais pobres (Bolívia, Peru, Paraguai, Haiti etc.) para trabalharem na construção civil e no comércio ambulante. Os estrangeiros que escolhem o Brasil para morar formam um importante grupo para ser evangelizado. Já há igrejas em São Paulo visando à evangelização de bolivianos, onde a própria liderança é advinda do país sul-americano.

O Brasil cresce sem tendências imperialistas, como a China tem feito na África, por exemplo. Isso beneficia o Brasil, já que a imagem entre diversos povos é positiva. Além disso, o Brasil não participa de guerra há muitos anos e não possui conflitos étnicos ou religiosos. O “homem cordial” brasileiro faz com que a imagem dos missionários não seja confundida com “agentes estrangeiros opressores”. Os americanos, por exemplo, muitas vezes tiveram dificuldades de evangelizar na América Latina (principalmente os países de língua espanhola) pela forte tendência antiamericana desses países.


É claro que a crescente influência econômica do Brasil pode despertar sentimentos “antibrasileiros”, especialmente em países latino-americanos, mas nada tão sério como aconteceu (e acontece) com os norte-americanos.


A revista The Economist destacou em uma matéria no final de 2009 que o Brasil e os Estados Unidos apresentavam algumas semelhanças (leia a matéria aqui), entre elas de serem duas grandes economias com fortes tendências evangélicas. Será bom para o Brasil quando este imitar o ímpeto missionário da igreja norte-americana.

Que o futuro (que sempre a Deus pertence) seja já trabalhado no presente pela Igreja Evangélica Brasileira.




Gutierres Fernandes Siqueira, 23 anos, é professor de Escola Bíblica Dominical na Assembleia de Deus do Jardim das Pedras (São Paulo, SP). Bacharel em Comunicação Social/Jornalismo pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação e pós-graduando em Mercado Financeiro e de Capitais pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

 



183 comentário(s)

Comentários


  • Sou economista, muito bom seu artigo. Já estava refletindo sobre esse aspecto e seu artigo ajudou bastante. Fique na paz de Cristo!

    Enviado por Bianca Rodrigues
    Porto Velho/RO - Brasil (em 28/01/2012)
  • [url=http://instantloanonlinedirectly.com/#norpj]payday loan[/url] - payday loan , http://instantloanonlinedirectly.com/#mdzfp instant payday loan

    Enviado por GoolfAlissomb
    /PB - Brasil (em 05/12/2012)
  • [url=http://badcreditloanonlinedirectly.com/#pnkbm]payday loan online[/url] - payday loan online , http://badcreditloanonlinedirectly.com/#rzdyb bad credit payday loan

    Enviado por ExaliaSap
    /PR - Brasil (em 07/12/2012)
  • [url=http://genericviagradirectly.com/#wufyr]viagra 25 mg[/url] - purchase viagra , http://genericviagradirectly.com/#gzdto order viagra

    Enviado por IlluhHimatill
    /RR - Brasil (em 09/12/2012)
  • [url=http://genericcialisdirectly.com/#rzfha]cialis without preion[/url] - order cialis , http://genericcialisdirectly.com/#apnfn buy generic cialis

    Enviado por MixNoxAlomo
    /PE - Brasil (em 10/12/2012)
  • [url=http://cheapviagradirectly.com/#ukaxx]order viagra[/url] - cheap viagra online , http://cheapviagradirectly.com/#cbrjp viagra 200 mg

    Enviado por Thervekep
    /SE - Brasil (em 13/12/2012)
  • [url=http://cheapcialisdirectly.com/#hwpbo]buy cheap cialis[/url] - cialis 20 mg , http://cheapcialisdirectly.com/#dptli buy cialis online

    Enviado por CildAxiordalo
    /BA - Brasil (em 14/12/2012)
  • [url=http://viagraonlinedirectly.com/#vigsv]viagra online[/url] - viagra online , http://viagraonlinedirectly.com/#dxjjw viagra online

    Enviado por SealeJawwaype
    /SP - Brasil (em 17/12/2012)
  • [url=http://genericviagradirectlynow.com/#zpnvh]buy viagra[/url] - buy viagra , http://genericviagradirectlynow.com/#evxwy buy viagra online

    Enviado por ObetteSoype
    /MT - Brasil (em 18/12/2012)
  • [url=http://zithromaxdirectly.com/#nfrbp]buy cheap zithromax[/url] - cheap zithromax online , http://zithromaxdirectly.com/#wymtx buy generic zithromax

    Enviado por Gaunknuro
    /TO - Brasil (em 31/12/2012)
  • [url=http://priligydirectly.com/#qrchg]buy generic priligy[/url] - order priligy , http://priligydirectly.com/#hdyie priligy online

    Enviado por Feampiptuript
    /RR - Brasil (em 02/01/2013)
  • [url=http://amoxildirectly.com/#qrgqr]buy amoxil[/url] - cheap generic amoxil , http://amoxildirectly.com/#ghszt buy generic amoxil

    Enviado por pigeexhigesse
    /PE - Brasil (em 06/01/2013)
  • [url=http://nolvadexdirectly.com/#dvhyi]buy cheap nolvadex[/url] - nolvadex online without preion , http://nolvadexdirectly.com/#boizo cheap nolvadex

    Enviado por nilkIdencelib
    /SE - Brasil (em 07/01/2013)
  • [url=http://diflucandirectly.com/#vjege]cheap generic diflucan[/url] - diflucan 50 mg , http://diflucandirectly.com/#fzkbz buy generic diflucan

    Enviado por Arouckymory
    /RJ - Brasil (em 09/01/2013)
  • [url=http://cytotecdirectly.com/#vgryl]order cytotec[/url] - cytotec 100 mcg , http://cytotecdirectly.com/#khous cytotec 200 mcg

    Enviado por Torameeweri
    /PB - Brasil (em 11/01/2013)

Deixe seu Comentário

Nome:
E-mail:
Cidade/UF:
País:
Título:
Comentário:
captcha: Captcha
 

 
  Quem Somos   ::   Estatuto Social   ::   Associe-se   ::   Contribua com a APF   ::   Mapa do Site   ::   Fale Conosco  
 
Copyright © 2015. Desenvolvido por Janes Roberto da Costa. Todos os Direitos Reservados.