Voltar ao Início

Bem vindos à 8.ª Consulta Nacional de Evangelização Universitária!

Sabemos que o IDE e ANUNCIAI o Evangelho à toda criatura ordenado por Jesus Cristo é a atividade principal da Igreja, que muito ainda precisa ser feito para plena execução do Plano da Salvação da Humanidade providenciado por Deus através do sangue de seu próprio Filho na Cruz. Nosso compromisso é com o anúncio do Evangelho genuíno como Jesus nos entregou, a Fé uma vez dada aos santos, pois a eficácia da pregação depende do tipo de evangelho que é pregado.

Jesus garantiu sua presença conosco enquanto estivermos ocupados de evangelizar e ensinar as pessoas a sobre a razão de Deus ter enviado seu Filho ao mundo, que é tirá-las do reino das trevas e transportá-las para o Reino do Filho do seu amor (Colossenses 1.13). As colunas fundamentais no anúncio do Reino de Deus são o arrependimento e remissão de pecados (Lucas 24.47), para então viver uma vida de santidade.

O Senhor nos deixou em alerta quanto ao esfriamento quanto a Fé nos últimos tempos. Vivemos dias em que essa Fé dada por Jesus aos santos é objeto de ataques dos mais variados tipos. Ataques facilmente perceptíveis procedem de fontes reconhecidamente contrárias ao Evangelho.

Entretanto, nossa batalha espiritual é contra um inimigo que é estrategista e experiente em minar vigor dos seus oponentes. Por isto ele está promovendo um ataque dissimulado e silencioso ao introduzir encobertamente heresias de perdição sobre pretexto de inclusão, tolerância, filosofia do politicamente correto e outras armadilhas à Fé. São novas teologias divorciadas da simplicidade e santidade que há em Cristo ameaçam o vigor do Cristianismo levando-o a transigir com o pecado, sob pretexto de inclusão e de uma graça que é a pura dissolução. Sob esse aspecto já falou Ravi Zacharias que a verdade não pode ser sacrificada no altar da tolerância.

O desafio de evangelizar nas universidades e de edificar os universitários cristãos na Fé é grande porque as universidades são o ambiente produtor de novos saberes geralmente influenciado por filosofias anticristãs. Precisamos de Poder de Deus, compromisso para sermos firmes na Evangelização e na Fidelidade ao Evangelho, mantendo nossa Mensagem.

A igreja não pode se deixar seduzir por aqueles que a querem tornar simpática ao mundo. Jesus nos advertiu quanto a isto (Lucas 6.26). O humanismo e a filosofia do politicamente correto não pode pautar a Igreja, sob pena desta murchar e perder o Poder que Deus lhe outorgou para pisar serpentes e escorpiões e toda forças do mal. A Igreja tem autoridade do Senhor Jesus sobre todos os demônios. A transigência com o pecado, com teologias liberal e inclusiva, e com o politicamente correto são um perigo ao vigor da Igreja. Os verdadeiros discípulos do Senhor se manterão fiel à Palavra de Deus.

Que nestes dias cada um de nós busque o Poder de Deus para manter seu compromisso com a Evangelização e Fidelidade ao Evangelho.

Mentalidade Cristã

Faça sua inscrição