Evangelismo Estudantil: Compromisso da diferença diária

Um dos maiores desafios do cristão universitário é seu compromisso diário. A cada dia surge um lance imprevisto onde invariavelmente ele tem que imprimir sua postura cristã. Os ataques da forças espirituais contrárias a Cristo repetem-se numa altíssima freqüência. Não há como ficar indiferente.

 

É necessário o abastecimento diário de alimento espiritual para estar firme. O ambiente universitário é insalubre espiritualmente falando. Ali estão os permanentes ataques à santidade cristã.

 

É até compreensível, porém não aceitável que muitos cristãos do mundo universitário não se importem com esse tipo de evangelismo. Num ambiente onde o politicamente correto e a tolerância ditam as normas do dia-dia, muitos não querem demonstrar uma fé autêntica e um relacionamento intenso com Cristo pois isto pode, de alguma forma, trazer prejuízo à aceitação em grupos. Assim, para não receberem a pecha de chatos ou intolerantes, ou mesmo por vergonha de expor sua Fé e convicções, muitos decidem agradar ao mundo em vez de agradar a Deus, honrar as amizades em detrimento do compromisso de levar e sofrer a vergonha da Cruz.

           

Outro fator diz respeito ao testemunho cristão que o universitário evangelista no campus deve viver. Muitos aprenderam a ser religiosos. Cumprir como ritual, formalidade e estereótipo cristãos, como se existissem dois mundos para a prática de duas fé diferentes, a fé para usar no mundo e a fé para usar na igreja. Fato este fundado numa concepção equivocada de adoração, como se esta fosse um momento e não um estilo permanente de vida e atitudes. Daí a existência dos que querem Ter um compromisso de devoção ao Senhor apenas no templo.

 

Evangelizar no campus exige do jovem universitário renúncia e vida de santidade. Deve-se demonstrar comportamento irrepreensível e compromisso com o Reino de Deus. É uma luta diária contra as hostes espirituais da maldade, devendo o cristão estar sempre pronto para falar a razão de nossa esperança. (Efésios 6.12 e 1.º Pedro 3.15)

 

A vida espiritual do cristão universitário deve manter bons índices de nutrição espiritual. As vitaminas e as proteínas do espírito devem sem aferidas diariamente. Os ataques contrários vêm de todos os lados, do apelo sexual, das discursões contra a fé, das perseguições veladas, e, principalmente do senso comum anti-religião, ou melhor, anti-cristianismo.

 

Por isso, diariamente deve o universitário cristão buscar algo novo de Cristo para fortalecer sua vida. Algumas atividades básicas do ministério universitário ajudam nesse fortalecimento espiritual: oração, comunhão, adoração, discipulado e serviço. A oração diária em casa e no campus é força motriz da demais atividades; A comunhão ente os membros do grupo é fundamental para o êxito dos trabalhos. Cada membro deve saber o que se passa com os demais irmão do pequeno grupo a que pertence, como vai vida nos aspectos espiritual, sentimental, financeiro, familiar, etc.; a adoração, como falamos, é o estilo de vida daquele que realmente está em Cristo, pois quer comamos, quer bebamos, que estudemos, que trabalhemos, façamos tudo para a glória de Deus (1.º Coríntios 10.31); o discipulado não é algo apenas para os primeiro dias de fé. Não. Nosso crescimento espiriual é permanente, Não há nenhum líder que possa prescindir do cotínuo aprendizado. Assim, no campus, o discipulado é permanente seja em pequenos grupos ou de forma pessoal; por fim, é muito importante ao crente estar envolvido no serviço cristão. Para cada crente Deus preparou um trabalho em seu Reino. O Senhor é quem revela as vocações.

 

Deus está em busca de verdadeiros adoradores, independente do lugar onde adorem, contanto que sejam autênticos e dispostos a diariamente alimentar-se do Pão Vivo que desceu do céu (João 4.23, e 6.35) para dar vida aos que ainda não conhecem seu amor. Essa busca do manar do céu deve ser diária (Êxodo 16.12-20) , uma dependência total daquele que sabe quais nutrientes mais necessitamos para ser luz num ambiente tenebroso.


Fonte:

 



Jossy Soares é líder de Evangelismo Pentecostal e membro da AD em Cuiabá.